Saiba quais são os perigos da insolação para os idosos


Tomar sol faz bem para a saúde. Para os idosos, a exposição solar é importante para a reposição da vitamina D, responsável pela suplementação do cálcio. Durante o verão, quando os dias são mais quentes e longos, aumenta a vontade de ficar mais tempo ao ar livre, para aproveitar as manhãs e as tardes de sol no quintal de casa, ou mesmo na praia e na piscina. 

Só que é preciso ter cuidado. Qualquer tipo de exagero durante a exposição ao sol é capaz de causar problemas para a saúde como uma insolação.

Reunimos algumas informações para explicar como a insolação pode ser um perigo para a saúde do idoso e quais as formas de evitar que ela aconteça. Afinal, o verão é para ser aproveitado com muita alegria e saúde. Acompanhe.

O que é insolação?

É uma condição causada pelo excesso de exposição ao sol e ao calor intenso. Ela acontece quando a temperatura do corpo fica acima de 40 graus, fazendo com que o mecanismo de transpiração falhe e o corpo não consiga se resfriar. 

Com o aumento da temperatura do corpo, o idoso com insolação acaba perdendo muita água, sais e nutrientes importantes para a manutenção e equilíbrio do organismo.

O número de casos de insolação costuma aumentar durante o período de férias de verão, quando aumenta também a quantidade de atividades ao ar livre e a exposição das pessoas ao sol. 

A insolação é causada, normalmente, em ambientes muito quentes ou devido a situações que provoquem aumento da temperatura corporal:

  • Passar muito tempo exposto ao sol, sem estar usando protetor solar

  • Praticar atividades físicas cansativas que causem enfraquecimento

  • Usar muitas roupas em dias mais quentes

  • Ficar sem se hidratar durante um longo período

Conheça os principais sintomas

A insolação se manifesta de forma lenta. Aos poucos, o idoso poderá apresentar sintomas como dores de cabeça, tontura, náusea, pele quente e seca, pulso rápido, temperatura elevada, distúrbios visuais e confusão mental.

Já que com a saúde não se brinca, é importante procurar por orientação médica assim que os primeiros sinais forem percebidos.

Em casos mais graves, em que o idoso se expôs ao sol por um período maior, podem ocorrer sintomas como respiração rápida e difícil, palidez, desmaio e até temperatura muito elevada em todo o corpo. Um médico deve ser procurado imediatamente.

Como evitar?

Os idosos, assim como as crianças e portadores de doenças crônicas, fazem parte do grupo de pessoas que precisam redobrar os cuidados para se prevenir contra uma insolação. De acordo com especialistas, nesses casos, há mais probabilidade de ter efeitos colaterais graves com a exposição excessiva ao calor. Queimaduras na pele, desidratação e perda da consciência são exemplos do que pode acontecer.

Alguns hábitos também podem contribuir para que um idoso tenha mais probabilidade de desenvolver uma insolação. Redobre a sua atenção se você costuma beber muito café, não toma líquidos com a frequência ideal para se hidratar, tem gastroenterite ou consome medicamentos para pressão alta, diuréticos, antidepressivos ou antipsicóticos.

E vale lembrar sempre que prevenir é o melhor remédio:

  • Evite locais quentes, principalmente em horários de pico

  • Evite períodos prolongados sob o sol

  • Hidratação é fundamental: beba muita água. Tenha sempre uma garrafinha de água com você

  • Consuma alimentos leves, como legumes e verduras.

Como agir em caso de insolação?

O mais importante é tomar uma atitude para diminuir a temperatura do corpo do idoso, de forma lenta e gradual. Recomenda-se seguir alguns passos:

  • Levar o idoso a um lugar fresco, arejado, à sombra e ventilado

  • Retirar algumas de suas peças de roupas

  • Manter o idoso em repouso, com a cabeça elevada.

  • Oferecer bastante água fria ou gelada ou qualquer outro tipo de bebida não alcoólica.

  • Borrifar água fria em todo o corpo do idoso, delicadamente

  • Aplique compressas de água fria na testa, pescoço e axilas

  • Procurar atendimento médico em casos graves

Proteja-se do sol nos dias quentes do verão e durante todo o ano! Evite correr riscos, cuide da sua saúde.

Gostou dessas dicas? Para conferir mais como essas, não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Tem algum assunto que você gostaria de ver por aqui? Fale com a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!

--

Gostou dessas dicas? Para conferir mais como essas, não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Tem algum assunto que você gostaria de ver por aqui? Fale com a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!

Confira mais

Saiba quais atividades físicas são indicadas para cada fase do ciclo menstrual

O ciclo menstrual é marcado por diferentes flutuações hormonais. Confira algumas dicas de atividades para cada um deles!

Check-up: você já fez o seu?

Estamos no início do ano, um período ótimo para organizar a vida, as pendências e agendar aquela consulta médica para fazer um check-up completo!

5 principais doenças de pele, cabelos e unhas comuns entre as crianças no verão

Crianças não estão imunes a doenças de pele, cabelo e unhas que costumam atingi-las principalmente no verão. Saiba quais são no post de hoje!

5 condições que podem causar irritação vaginal

Para as mulheres, é fundamental ter atenção e uma série de cuidados com a saúde íntima. Saiba mais sobre o que pode causar irritação íntima.

Dicas para educar seu filho respeito e empatia, sem tapas e gritos

Educar os filhos não é uma tarefa fácil, mas deve ser feita sem o uso da violência, seja física ou verbal. Confira sugestões que separamos especialmente!

Brancos e lindos: saiba como cuidar dos cabelos grisalhos

Sabia que alguns cuidados especiais são importantes para manter os cabelos grisalhos sempre lindos? Confira algumas dicas especiais que trouxemos hoje!

Veja Mais Postagens