Blog-Sênior_Dia-Nacional-sobre-o-Uso-Racional-de-Medicamentos

A importância do Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos

Automedicar-se é um hábito adotado por aproximadamente 77% dos brasileiros, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) em parceria com o Instituto Datafolha. Esse número está longe do ideal, porque tomar remédios sem prescrição é uma prática perigosa. Foi para conscientizar o público em geral sobre essa situação, que o Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos foi criado. 

O que é uso racional de medicamentos?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define uso racional de medicamento quando pacientes recebem o tratamento adequado para suas condições clínicas em doses adaptadas às suas necessidades individuais. 

Exemplos do uso inadequado, são:

  • Muitos medicamentos por paciente (polifarmácia);
  • Uso de antibióticos;
  • Dosagem equivocada de antibióticos;
  • Falta de prescrição.

Perigos da automedicação

A medicação sem orientação pode causar diversos efeitos colaterais no organismo humano em médio e longo prazo. Segundo a SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, as principais consequências de tomar remédios sem orientação são:

  • Intoxicação, os analgésicos, antitérmicos e anti-inflamatórios são os que mais intoxicam;
  • Reações alérgicas causadas pelo abuso de substâncias;
  • Dependência, também causada por consumo em excesso;
  • Aumento de resistência de bactérias pelo mau uso de antibióticos.

Covid-19 e automedicação

Estamos diante de uma crise de saúde que está causando medo em muitas pessoas ao redor do mundo e desencadeou uma rede de fake news que espalhou muita desinformação sobre tratamentos dessa nova doença. 

Para ter certeza de que a informação é correta, procure sempre se informar em canais confiáveis, como Ministério da Saúde e OMS. Inclusive, o Ministério está disponibilizando um número de WhatsApp e aplicativo, disponível para Android e iOS, com o objetivo de solucionar dúvidas.

Abaixo, alguns exemplos de notícias falsas divulgadas durante a pandemia.

Remédio de piolho pode matar o novo coronavírus

O SARS-CoV-2 é um vírus novo, que ainda está sendo estudado por cientistas e instituições ao redor do mundo. No entanto, ainda não há nada que previna ou destrua completamente o vírus.

Cloroquina e hidroxicloroquina passam a ser usadas no Brasil para combater coronavírus

Esses medicamentos são autorizados, a critério médico, em curto prazo e somente para casos graves de pacientes com a condição. Elas não indicadas para prevenção ou tratar casos leves. Inclusive, essa notícia foi tão difundida que faltaram medicamentos do tipo para pessoas que realmente precisavam. A Anvisa precisou intervir e criar uma regulamentação.

Medicamento específico para covid-19

Ainda não há nenhum tratamento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo novo coronavírus.

É importante não se medicar apenas baseado em boatos e correntes compartilhadas por redes sociais. Além de prejudicar sua saúde existem pessoas que realmente precisam desses medicamentos. 

Se você quer mais dicas sobre saúde, prevenção e qualidade de vida não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Gostaria de dar uma sugestão ou ver algum assunto por aqui? Conte para a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!