verao

Proteja sua família das principais doenças do verão

Por mais que o verão seja cheio de diversão e lazer, também existem algumas doenças que surgem mais facilmente nesse período. A estação mais quente do ano também costuma apresentar alguns riscos como intoxicação alimentar, otite, insolação, desidratação entre outras. 

Para ajudar você a proteger sua família, apresentamos quais são essas doenças e quais medidas devem ser adotadas para prevenir a família. Confira!

Principais doenças do verão

Intoxicação alimentar

As principais causas de intoxicação alimentar são o consumo de água e/ou alimentos contaminados, principalmente os crus. O problema é causado por bactérias, vírus, toxinas e produtos químicos que, após a entrada no corpo humano, causam dores de estômago, náusea, diarreia ou vômito. Carne crua, comida vendida ao ar livre e água contaminada costumam ser os principais portadores dos organismos causadores de intoxicação.

Insolação

Se em um dia quente você ou alguém da sua família reclamar de dor de cabeça, ressecamento da pele, cãibras, fraqueza, vômito, aumento da frequência cardíaca ou respiração superficial, é bem possível que esteja sofrendo de uma insolação. O primeiro sinal é tontura, que geralmente é seguida por várias outras condições, como náusea e até convulsões. Por isso evite se expor nas horas mais quentes do dia por longos períodos, utilize bonés e chapéus, se possível.

Queimaduras do sol

A exposição ao sol por longos períodos não é nada saudável por causa dos raios UV. Durante os dias quentes de verão, quando as pessoas são expostas ao sol por mais tempo, a pele pode ficar vermelha, seca, com coceira e rachaduras. Em casos piores, a vítima, geralmente, sente calafrios, náusea, vômito e febre. E se a pele queimar demais, podem aparecer bolhas e descamação em um estágio posterior. A melhor maneira de prevenir e tratar queimaduras solares é usar filtro solar com FPS 30 ou superior e loções pós-sol, além de evitar os horários em que os raios solares estão mais fortes (entre as 11 e 16 horas), ficar por mais tempo na sombra e usar chapéus para proteção.

Dengue, Chikungunya e Zika

A proximidade da época mais quente do ano também traz também as chuvas que ajudam na proliferação do mosquito Aedes aegypti. Ele se desenvolve e reproduz em água limpa e parada, sendo o mosquito transmissor das três doenças. Como o inseto tem hábitos domésticos, o controle depende do empenho de todos. Não deixe água parada e não se esqueça de usar os repelentes. 

Conjuntivite

A conjuntivite pode ser causada por uma infecção viral, bactérias, produtos químicos ou trauma e seus principais sintomas são os olhos irritados, vermelhos, coçando e lacrimejando. Essa doença, quando de origem viral ou bacteriana, pode ser facilmente transmitida quando uma pessoa toca nos olhos ou secreções de contaminados e, depois, nos próprios olhos. A conjuntivite pode ocorrer em qualquer período do ano, porém no verão a frequência é maior, pois é quando as pessoas costumam frequentar mais praias e piscinas, o que aumenta a exposição aos vírus e bactérias.

Otite

O cuidado com os ouvidos também é muito importante durante os meses de verão. O calor e a umidade aumentam o crescimento de bactérias e fungos que causam as otites. Alguns dos sintomas mais comuns incluem inflamação, dor no ouvido, febre e sensação de obstrução. O essencial é procurar um médico para realizar o tratamento adequado pois uma otite mal cuidada pode levar à perda auditiva.

Previna as doenças do verão e cuide da sua família

Na hora de comer e beber:

  • Cozinhe os alimentos corretamente;
  • Coma imediatamente após preparar a comida ou enquanto ainda estiver quente;
  • Leve à geladeira os restos de comida e reaqueça antes de comer;
  • Lave as mãos antes e depois de comer;
  • Se já estiver doente, não prepare a comida para outras pessoas;
  • Beba de 8 a 10 copos de água por dia, porém evite beber água de qualidade duvidosa;
  • Coma muitas frutas e legumes e certifique-se de lavar e, se possível, descascar antes de ingerir.

Na praia ou piscina:

  • Não deixe que as crianças nadem sem a supervisão de um adulto que de preferência saiba nadar;
  • Evite ficar sob o sol intenso por mais de 3 horas;
  • Beba bastante líquido para evitar a desidratação;
  • Use roupas leves;
  • Reponha o protetor solar e o repelente a cada duas horas.

Nas viagens

  • Evite as atividades fora de casa durante o horário de pico do sol (das 11h ás 16h);
  • Sempre ande com um kit de primeiros socorros para o caso de acidentes e emergências;
  • Deixe o local onde irá se instalar sempre limpo;
  • Evite ingerir bebidas alcoólicas, mas se beber, não dirija.

Gostou dessas dicas? Para conferir mais como essas, não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Tem algum assunto que você gostaria de ver por aqui? Fale com a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!