Os quatro meses do bebê. O que esperar?


Dando continuidade na nossa série sobre o desenvolvimento dos bebês, chegamos ao quarto mês. Confira as transformações dessa fase!

Aprendendo a rolar

Se durante o terceiro mês, o bebê já tinha o controle da cabeça e a mantinha erguida, agora consegue rolar de costas para frente ou para trás. Uma tática é encorajar os movimentos, colocando-o deitado próximo a um brinquedo para que tente pegar. 

Com esse novo aprendizado, reforce as medidas de segurança para evitar machucados ou acidentes,  como não deixar o bebê sozinho em cima da cama ou do trocador. 

Colocando tudo na boca

Agora, seguram objetos, olham por alguns segundos e os colocam na boca. Isso é muito comum e é possível até mesmo estimular, oferecendo por exemplo, uma fralda de pano limpa ou um chocalho, para que se entretenha com os sons. 

Tome cuidado com alguns objetos, como botões, bolinhas de gude e outros itens pequenos, com os quais o bebê pode engasgar ou engolir facilmente. Os chocalhos devem ser de qualidade para não quebrarem. Na dúvida procure sempre pelo selo do INMETRO, que atesta que o objeto é seguro para essa idade.

Brincando sozinho

Seu filho já consegue, por alguns minutos, brincar com os pés e com as mãos sem outros estímulos. Durante essa fase, vale colocar um móbile no berço para estimular outros tipos de interações.

Alimentação

O estômago do neném, nessa idade, está crescendo, fazendo com que não sinta a necessidade de mamar com tanta frequência, o que é um alívio para algumas mamães.  A OMS recomenda  a amamentação exclusiva  até os seis meses de vida. 

Mas se isso não for possível, antes de introduzir qualquer alimento, consulte um pediatra. Ainda há um risco considerável de infecções e reações alérgicas. 

Voltando ao trabalho

Para uma grande parcela das mães, a licença-maternidade acaba no quarto mês. Muitas  podem ficar ansiosas e inseguras de deixar seus bebês na creche ou com uma outra pessoa. Converse com outras mamães que já passaram por isso, conhecer outras experiências ajuda a passar por essa fase com mais tranquilidade. 

Antes de optar por uma escolinha ou creche, faça uma visita para se informar sobre questões como alimentação, higiene e procedimentos caso a criança passe mal. Se for contratar uma babá, realize alguns testes antes de voltar ao trabalho.

Lembramos sempre que o desenvolvimento varia de acordo com cada bebê. O simples fato do seu filho não apresentar todas essas evoluções, não significa que há um problema. Portanto, nunca deixe de seguir o cronograma de consultas com o pediatra. Falamos mais sobre isso aqui.

Fique ligada e não perca nosso próximo texto da série!

--

Gostou dessas dicas? Para conferir mais como essas, não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Tem algum assunto que você gostaria de ver por aqui? Fale com a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!

Confira mais

Nada basiquinha: o colorido veio para dominar o olhar!

Chega daquele esfumado tradicional, a moda agora é apostar em sombras coloridas e formatos diferentes para destacar e tornar seu rosto uma obra de arte.

Deixar o cabelo preso por muito tempo pode trazer problemas?

Manter os cabelos presos pode ser uma alternativa muito mais prática para evitar incômodos. Mas, o penteado tem suas desvantagens.

Semana Mundial da Amamentação e a importância do leite materno

Seus principais objetivos são: promover, incentivar e motivar o aleitamento materno por meio do aumento ao acesso às informações sobre o assunto.

Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais: tudo que você precisa saber sobre a doença

Como forma de aumentar a conscientização sobre essa doença ao redor do mundo, em 2010 a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou a data..

Dores no inverno? Veja dicas para diminuí-las durante a estação

A mudança de temperatura realmente causa desconforto, tanto muscular quanto articular, ainda mais depois de uma certa idade na qual esses problemas pioram.

Veja Mais Postagens