Intoxicação alimentar infantil: como cuidar?


O verão está aí e, com ele, chegam as altas temperaturas que favorecem o crescimento de bactérias, vírus e outros micro-organismos. Com isso, vários problemas gastrointestinais ressurgem e os mais comuns são viroses e intoxicações alimentares que podem estragar qualquer passeio de férias.

Como identificar os sintomas de uma intoxicação alimentar?

Os principais sinais de que uma criança está com intoxicação alimentar são bem parecidos com os sintomas da virose: indisposição, dor de barriga, diarreia, vômito, barriga inchada, gases e, às vezes, febre. 

Geralmente, assim que o corpo expulsa que fez mal, a intoxicação acaba deixando o pequeno desidratado e o quadro pode durar, em média, 14 dias. Nesse caso, se perceber que seu filho está fazendo menos xixi, ficou com a pele mais marcada no rosto, o coração está batendo mais rápido e as mucosas estão mais secas, procure um hospital.

Como prevenir a intoxicação alimentar?

Normalmente, esse tipo de enfermidade é causada por um alimento que foi manuseado incorretamente ou não foi preparado de maneira ideal. Para evitar, val seguir algumas dicas:

Dentro de casa, a melhor forma de se proteger contra esse problema é observar a data de validade dos produtos e mantê-los sempre dentro da geladeira. Especialmente aqueles que são mais frescos, como derivados do leite e as carnes. 

Ficou na dúvida se aquela comida está boa ou não? Então, melhor não consumir. Em caso de mudança na cor, aparência ou cheiro é sinal de que não está mais adequado, jogue fora!

Saiu para um passeio? Então dê uma boa olhada na condição do restaurante ou lanchonete antes de escolher. Dentro da medida do possível, claro! Bons indicadores são banheiros limpos, sem lixo acumulado, funcionários da cozinha e fora dela com uniformes arrumados, cabelos presos e luvas. Além disso, há locais nos quais as cozinhas são abertas para o público e podem ser visitadas. 

Fim de ano na praia? Cuidado com a procedência dos alimentos que os ambulantes e quiosques oferecem. O melhor exemplo é a raspadinha de gelo, que não podemos comprovar se foi feita com água potável ou não. 

Por isso, a melhor escolha é sempre levar o seu próprio alimento de casa, principalmente aqueles que não precisam de muita refrigeração, por exemplo: biscoitos de polvilho, frutas e castanhas. Coloque tudo em uma bolsa térmica, com gelo reciclável, para conseguir uma temperatura agradável. Para as bebidas a dica que fica é: escolha água de garrafa ou de coco.

É importante reforçar que, além de cuidados com a comida, não podemos descuidar das necessidades nutricionais, por mais que as férias sejam um momento de relaxar e curtir. Por isso, sempre inclua frutas e legumes nas refeições.

E, ainda, não esqueça dos bons hábitos de higiene pessoal que também ajudam na prevenção, como sempre lembrar e relembrar de lavar as mãos antes de comer, depois das brincadeiras (principalmente na areia) e depois de usar o banheiro. Cuidado com a limpeza dos copos, pratos e talheres!

Agora, é só curtir as férias livre de problemas e com muito mais saúde!

--

Gostou dessas dicas? Para conferir mais como essas, não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Tem algum assunto que você gostaria de ver por aqui? Fale com a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!

Confira mais

Brancos e lindos: saiba como cuidar dos cabelos grisalhos

Sabia que alguns cuidados especiais são importantes para manter os cabelos grisalhos sempre lindos? Confira algumas dicas especiais que trouxemos hoje!

Saiba quais atividades físicas são indicadas para cada fase do ciclo menstrual

O ciclo menstrual é marcado por diferentes flutuações hormonais. Confira algumas dicas de atividades para cada um deles!

Dicas para educar seu filho respeito e empatia, sem tapas e gritos

Educar os filhos não é uma tarefa fácil, mas deve ser feita sem o uso da violência, seja física ou verbal. Confira sugestões que separamos especialmente!

5 condições que podem causar irritação vaginal

Para as mulheres, é fundamental ter atenção e uma série de cuidados com a saúde íntima. Saiba mais sobre o que pode causar irritação íntima.

Check-up: você já fez o seu?

Estamos no início do ano, um período ótimo para organizar a vida, as pendências e agendar aquela consulta médica para fazer um check-up completo!

5 principais doenças de pele, cabelos e unhas comuns entre as crianças no verão

Crianças não estão imunes a doenças de pele, cabelo e unhas que costumam atingi-las principalmente no verão. Saiba quais são no post de hoje!

Veja Mais Postagens