Criança especial: entenda porque existe um dia dedicado a ela


Toda criança tem o direito de brincar, se divertir, estudar, ser educada, amada, respeitada e amparada. Em 9 de dezembro é celebrado no Brasil o Dia da Criança Especial, momento em que a sociedade reflete e se conscientiza sobre a importância da inclusão e da preservação de direitos para essas crianças. 

“O objetivo dessa data é darmos mais atenção para as crianças que possuem algum tipo de necessidade especial, a fim de proporcionarmos melhor qualidade de vida e podermos auxiliar no seu desenvolvimento”, explica a psicóloga Stephanie Cristina Bravo.

Desde 2015, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência) garante a dignidade da pessoa com necessidade especial ao longo de toda a vida, além do direito à igualdade de oportunidades com os demais indivíduos, sem que sofra nenhum tipo de discriminação. 

“Por isso, é importante ter no calendário uma data dedicada à criança especial e realizar ações de inclusão social a esses pequenos. Para que todos se lembrem que existem pessoas com necessidades diferentes das nossas. A inclusão social combate a diferenciação e possibilita a criação de diversos espaços e serviços para quem ainda não tem acesso a eles. Fica a reflexão: o que podemos fazer para que exista mais espaços e serviços acessíveis a todas as crianças?”, explica a psicóloga. 

Crianças especiais e suas necessidades

De acordo com Stephanie, crianças especiais são as que possuem má formação genética ou que sofreram algum tipo de alteração durante o parto. Autismo, deficiência mental, auditiva e visual, síndrome de Down, microcefalia e paralisia cerebral são as necessidades mais comuns de serem vistas. “Mas, existem muitas outras que não são tão conhecidas”, destaca.

E como saber que uma criança é especial? A psicóloga recomenda que os responsáveis fiquem atentos aos comportamentos padrões que os pequenos devem apresentar em cada fase da infância. 

“Porém, é preciso lembrar que cada indivíduo tem suas particularidades de desenvolvimento. Uma criança pode ter autismo, mas ter um padrão de comportamento diferente do coleguinha que também é autista. “Levar os pequenos regularmente ao pediatra é fundamental”, alerta a psicóloga. 

Quem tem uma criança especial em casa precisa ficar atento aos cuidados específicos e às necessidades do diagnóstico da criança. Em alguns casos, é válido fazer adaptações no ambiente de vivência ou até mesmo encaminhá-la para tratamentos com especialistas, como terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, psicoterapeuta, psicopedagogo, entre outros. 

Stephanie acrescenta outros cuidados tão essenciais quanto o tratamento médico. “O mais importante para o desenvolvimento de uma criança especial é que os pais ofereçam paciência, respeito, tempo de qualidade e, acima de tudo, muito amor. O preconceito sobre as crianças especiais predominou durante muito tempo. Ainda existe, mas notamos um grande avanço na sociedade ao se referir às pessoas com alguma necessidade especial utilizando o termo especial no lugar da palavra deficiente”, conclui.

Crédito da imagem: DenKuvaiev

--

Gostou dessas dicas? Para conferir mais como essas, não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Tem algum assunto que você gostaria de ver por aqui? Fale com a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!

Confira mais

Dicas para educar seu filho respeito e empatia, sem tapas e gritos

Educar os filhos não é uma tarefa fácil, mas deve ser feita sem o uso da violência, seja física ou verbal. Confira sugestões que separamos especialmente!

Saiba quais atividades físicas são indicadas para cada fase do ciclo menstrual

O ciclo menstrual é marcado por diferentes flutuações hormonais. Confira algumas dicas de atividades para cada um deles!

5 condições que podem causar irritação vaginal

Para as mulheres, é fundamental ter atenção e uma série de cuidados com a saúde íntima. Saiba mais sobre o que pode causar irritação íntima.

Brancos e lindos: saiba como cuidar dos cabelos grisalhos

Sabia que alguns cuidados especiais são importantes para manter os cabelos grisalhos sempre lindos? Confira algumas dicas especiais que trouxemos hoje!

5 principais doenças de pele, cabelos e unhas comuns entre as crianças no verão

Crianças não estão imunes a doenças de pele, cabelo e unhas que costumam atingi-las principalmente no verão. Saiba quais são no post de hoje!

Check-up: você já fez o seu?

Estamos no início do ano, um período ótimo para organizar a vida, as pendências e agendar aquela consulta médica para fazer um check-up completo!

Veja Mais Postagens