5 passos essenciais para seu filho comer melhor


Fazer com que as crianças se alimentem de forma saudável nem sempre é fácil. Conforme a idade vai passando, alguns tornam-se teimosos dificultando esse processo. Além disso, os pequenos podem apresentar a chamada “neofobia”, que é o medo de provar novos alimentos. 

Segundo, a pesquisadora e professora associada da Faculdade de Saúde Pública da USP e parceira do Comitê Umami, Dra. Sonia Tucunduva Philippi, é normal que isso aconteça. “Deve-se insistir na oferta e programar o alimento recusado em uma nova oportunidade, sem desistir. Lembre-se que existem preferências e aversões pelas comidas e que ambas situações precisam ser tratadas com paciência, considerando os momentos e oscilações do apetite”, ressalta a pesquisadora.

Para ajudar nessa tarefa, reunimos cinco dicas e maneiras de fazer a hora da alimentação mais divertida. 

1 - Prato mais colorido

Como as crianças adoram objetos coloridos, a dica é usar a coloração dos alimentos para chamar a atenção dos pequenos. A questão visual mexe muito com a criança, então na hora de montar a refeição é preciso deixá-la atrativa aos olhos para que seja também ao paladar.

Existem diversos legumes e verduras com cores diferentes como a beterraba, cenoura, brócolis, rabanete entre outros. Faça com que o prato fique harmonioso com as diversas opções, no YouTube há vários vídeos que podem ajudar na montagem.

2 - Dê o exemplo aos pequenos

Na hora da alimentação, os pais ou responsáveis precisam dar o exemplo a criança. Não adianta incentivar que o pequeno coma vegetais, se a própria pessoa não coloca um brócolis no prato. O comportamento dos pequenos é um reflexo dos adultos. 

“Esses hábitos são construídos na infância e a família deve estabelecer regras de convívio, impondo limites de quantidade de refeições, mas sem medidas autoritárias, proibições e castigos. Em uma certa idade, eles começarão a construir sua identidade alimentar, dando espaço para seus prediletos, e os pais e cuidadores precisam trabalhar positivamente nas possíveis neofobias e na construção de um padrão saudável”, explica Dra. Sonia.

3 - Inclua alimentos saborosos nas refeições

De acordo com a pesquisadora, as crianças possuem um paladar mais apurado e seletivo. Por isso, para diversificar a alimentação, é preciso incluir gostos que se combinam, como doce e salgado ou o umami (um dos cinco gostos básicos do paladar humano). 

“Harmonizar os alimentos certos pode ser uma excelente estratégia para tornar o prato mais atraente. Faça um teste: ofereça uma alface crespa e acrescente opções umami: tomate cereja, milho cozido, cogumelo paris ou queijo parmesão ralado. Além de colorido, fica muito mais saboroso”, exemplifica.

4 - Atente-se às reações da criança

Conforme novos alimentos forem apresentados a garotada, é preciso atentar-se às reações que eles terão. Desde o momento em que as refeições estão sendo preparadas, as porções que são oferecidas, o tipo da comida e a autonomia do pequeno ao comer.

São durante essas ações que os pais podem notar o comportamento da criança e tentar ajudar, oferecendo o alimento de outra maneira. Por exemplo, ele pode rejeitar a batata assada, mas aceitar quando cozida ou em forma de purê.

5 - Deixe a criança colocar a mão na massa

Colocar os filhos para ajudar no preparo das refeições é uma ótima maneira de aguçar a vontade de comer os alimentos que eles mesmos vão cozinhar. Quando fazem parte desse processo conseguem ter mais interesse na alimentação.

“Eles tornam-se capazes de prestar atenção em várias coisas ao mesmo tempo, desenvolver maior raciocínio de causa e efeito, de classificar, reclassificar, generalizar e adotar como hábito alimentar”, ressalta a Dra. Sônia.

--

Fazer com que os filhos se alimentem de forma saudável é uma tarefa que exige disciplina. Haverão dias em que eles vão bater o pé para não querer comer determinada comida, mas os pais devem incentivar que a alimentação seja repleta de nutrientes para auxiliar no crescimento. Coloque em prática nossas dicas com seus filhos e veja como a relação deles com as refeições podem mudar. 

--

Gostou dessas dicas? Para conferir mais como essas, não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Tem algum assunto que você gostaria de ver por aqui? Fale com a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!

Confira mais

Importância dos exercícios: idosos ativos possuem melhor qualidade de vida

A prática de um exercício físico traz inúmeros benefícios a todos os idosos, incluindo ajudar na prevenção de diversas enfermidades diferentes. Confira!

As novidades do oitavo mês do bebê

O interesse pelos brinquedos aumenta junto a sua curiosidade de querer conhecer o mundo. Confira todas as novidades desse novo mês.

Climatério e menopausa: você sabe a diferença?

Você já ouviu falar em menopausa, mas e climatério? A palavra pode soar estranha, mas existe e faz parte da vida feminina. Descubra a diferença entre eles!

5 hábitos comuns que interferem na eficácia da pílula anticoncepcional

Um dos métodos que nos ajudam a controlas seu ciclo menstrual é a pílula anticoncepcional. Porém, alguns hábitos podem interferir na sua eficácia, confira!

5 dicas de autocuidado para levantar a autoestima

Reunimos cinco dicas de autocuidado com o objetivo de conseguir elevar seu humor e se sentir ainda melhor. Confira essas ideias preciosas!

Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil: saiba mais sobre essa doença

Infelizmente, nem as crianças e jovens estão livres do câncer, de acordo com o INCA, a estimativa é de 8.460 novos casos somente em 2020. Saiba mais sobre!

Veja Mais Postagens