olheiras

Olheiras: mitos e verdades

A pele em volta dos olhos é de três a cinco vezes mais fina que a do resto do rosto. Por isso é muito mais sensível, delicada e propícia aos sinais do envelhecimento e outros problemas como as olheiras. Essas são consideradas as grandes vilãs das mulheres e, apesar de não terem cura, podem ser tratadas e amenizadas com os produtos certos.

Mas, afinal, quais são as suas causas? Sono ruim? Alimentação? Genética? E como tratá-las? Pepinos nos olhos, será que resolve? Chá de camomila? Existem muitas histórias que rodeiam o surgimento das olheiras e suas terapias, mas é necessário distinguir o que é verdade e o que é mito.. 

“As olheiras mais violáceas ou mesmo as mistas com tons acastanhados e arroxeados podem surgir por noites mal dormidas, por excesso de bebida alcoólica, tabagismo, na TPM entre outras causas”, comenta a Dra. Claudia Marçal, médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). 

Para auxiliar a compreender as causas e tratamentos das olheiras, nesta matéria serão desvendados os principais mitos e verdades sobre o surgimento das olheiras. Confira abaixo!

1. As olheiras são causadas apenas pela falta de sono

Falso. É fato que a falta de sono causa a dilatação dos vasos sanguíneos sob a pele, logo não dormir o suficiente pode aumentar a aparência das olheiras. Mas, não se trata só disso. Existem muitos fatores que podem fazer com que elas fiquem mais escuras, como má alimentação, estresse, estilo de vida e outros fatores. 

2. Olheiras podem ser hereditárias

Verdade. Outra causa das olheiras pode ser a genética. Determinados grupos étnicos apresentam esse sinal ainda mais forte como descendentes de árabes, turcos e povos indianos, por conta do acúmulo de melanina natural nessa região.

3. Cigarro e bebidas alcoólicas pioram as olheiras

Verdade. O cigarro possui toxinas que reduzem a oxigenação, causando a desidratação da pele e má circulação do sangue. Por sua vez, o álcool, quando consumido em grande quantidade, também resseca a pele e contribui para a retenção de líquido. Ambos resultam na coloração escura inchaço abaixo dos olhos. 

4. Alguns alimentos fazem as olheiras se acentuarem 

Verdade. A alimentação inadequada, rica em gorduras trans e açúcares, assim como o baixo consumo de folhas, vegetais e frutas pode levar à deficiência de vitaminas importantes para manter a integridade da pele e sua boa circulação. Por isso, uma má alimentação pode fazer com que as olheiras fiquem ainda mais escuras e acentuadas.

5. Bronzeamento esconde as manchas escuras

Falso. Muitas pessoas acreditam que a exposição da pele ao sol ajudará a melhorar a aparência das olheiras. No entanto, isso não apenas piora a situação em curto prazo, tornando-as mais escuras, como também a longo prazo, fazendo com que a pele fique mais fina e pigmentada. E isso não é tudo – expor a pele aos raios solares pode causar efeitos nocivos, como envelhecimento precoce e aumento do risco de desenvolver câncer. Por isso, o ideal é manter a pele e os olhos protegidos com protetores solares.

6. Chá de camomila ajuda a diminuir a olheira

Verdade. A camomila tem um poder calmante, além de possuir ação anti-inflamatória e ser um drenante natural. Quando inseridas geladas sob os olhos, as compressas com chá de camomila promovem vasoconstrição, diminuindo então o efeito das olheiras no rosto.

7. É possível reduzi-las com cremes

Verdade. Existem centenas de opções de cremes eficazes no tratamento das olheiras que atendem às mais diversas necessidades. Existem cremes com vitamina C para clarear a pele, produtos para a construção de colágeno e até aqueles com cafeína que ajudam a contrair os vasos sanguíneos. 

Se você quer mais dicas de saúde e beleza, não deixe de acompanhar nosso blog aqui na página da Droga Leste. Tem alguma sugestão ou gostaria de dicas sobre um assunto específico? Entre em contato com a gente pelo e-mail marketing@rededrogaleste.com.br. Cuide bem, viva bem!